Blog

E quando as finanças estão uma bagunça?
11 de junho de 2019

E quando as finanças estão uma bagunça?

Enriquecer, prosperar, ter dinheiro até não precisar mais trabalhar. São sonhos que estão distantes da maioria dos brasileiros. Será que você faz parte dessa maioria? Se você não sabe o que fazer para organizar suas finanças, quitar suas dívidas, deixar o cheque especial, sair do vermelho e entrar no azul, fique sabendo que você não está sozinho.

Em geral, o problema é que vamos “empurrando com a barriga” e, quando damos conta, já estamos devendo milhares de reais, e os juros multiplicam essa quantia a cada segundo. E aí, o que fazer? Confira algumas dicas a seguir:

  1. Faça um diagnóstico

Isso mesmo, seja um “médico das finanças”. Investigue até descobrir o tamanho do problema. O primeiro passo para curar a doença e saber qual é ela e sua gravidade, certo? O mesmo acontece com dinheiro. Sem medo, abra as faturas dos cartões, puxe um extrato de suas contas bancárias e faça as contas para saber o tamanho da sua dívida. Quanto mais você adiar esse momento, mais vai ficar tenso e ansioso.

  1. Identifique as causas do problema

Não adianta solucionar o problema das dívidas se você não descobrir quais foram as atitudes que você tomou/toma que provocaram tudo isso. Caso contrário, elas vão aparecer de novo. Parcelas que não cabiam no orçamento? Gastou mais do que ganhou? Surgiram despesas para as quais você não estava preparado (como manutenção de carro, reforma em casa, doença etc.)? Compreenda seus hábitos e pense naquilo que poderia ter evitado, ou ao menos amenizado. Percebe agora a importância de fazer um orçamento todo mês e evitar os excessos?

  1. Não tenha medo de pedir ajuda

Ter dívidas é frequentemente motivo de vergonha, pois as pessoas sentem como se estivessem sem controle. No entanto, lembre-se de que mais importante do que fingir que não há problema é livrar-se realmente dele. Falar com pessoas de confiança, além de apontar para uma possível solução, também aliviará suas tensões emocionais. Assim, procure seus credores, sejam eles bancos, empresas, entre outros. Proponha uma negociação, leve uma proposta que seja exequível para você e ouça o que eles têm a dizer. Se necessário, peça ajuda especializada.

E quando as finanças estão uma bagunça?

  1. Corte tudo o que for possível

É chato conter os gastos? Sim, mas é mais chato ainda estar endividado. Assim, atente-se de para o destino que você tem dado ao seu dinheiro. Pequenos gastos do dia a dia que você nem percebe podem estar sendo a causa dos seus problemas financeiros lá no fim do mês.

Faça um planejamento financeiro levando em consideração aquilo que você ganha, as dívidas que já possui e todos os gastos fundamentais ao longo do mês. Separe o que é essencial do que é supérfluo e risque essa última categoria do orçamento. Faça eliminações, reduções, trocas, enfim, tudo o que for necessário para que você consiga manter a situação sob controle.

  1. Construa uma reserva financeira

Tendo pagado todas as dívidas, é hora de agir com consciência para que elas não voltem. Como você já sabe, a vida é uma caixinha de surpresas, e nem todas são agradáveis. Assim, mantenha alguma reserva para qualquer emergência que apareça, sem que isso quebre o seu orçamento do mês. Quando esses desagradáveis eventos não surgirem, aproveite o dinheiro para realizar um sonho que signifique algo importante em sua vida, como um carro, um curso, uma viagem.

Procure pensar sempre em longo prazo, priorizando as experiências que perduram aos produtos que logo perdem a graça. Você trabalhou muito para conquistar o seu dinheiro, então o valorize também na hora de gastá-lo.

Dica Extra

Uma dica final, mas muito importante para quem quer se livrar de uma vez por todas de preocupações com o assunto “dinheiro”: Para saber mais sobre desenvolvimento pessoal, profissional e financeiro, participe da próxima edição do Millionaire Mind Intensive, o maior treinamento de educação financeira do mundo, em Brasília, de 5 a 7 de julho.


Tags:, , , , , , ,


Receba promoções, ofertas e conteúdo exclusivo.

Preencha abaixo.