Blog

Renda Passiva: o segredo para sua liberdade financeira
7 de maio de 2019

Renda Passiva: o segredo para sua liberdade financeira

É um fator cultural, que tem passado de geração para geração: ganhar dinheiro depende de sua força de trabalho, geralmente investida em 8 horas por dia, mais o tempo gasto no deslocamento até o local de trabalho. E assim passamos boa parte da vida tentando ganhar dinheiro para mantê-la.

A renda que obtemos em troca é a chamada renda ativa, pois é resultado do tempo e do esforço que empregamos. Ela é necessária, especialmente nos primeiros anos de atividade profissional. Mas, e se fosse possível ganhar dinheiro sem ter que se esforçar, perder tempo e viver com o medo de ser demitido? Será que é possível realizar o velho sonho de ganhar dinheiro dormindo?

A renda passiva

A resposta é sim. A chamada renda passiva é aquela em que as pessoas obtêm dinheiro sem que precisem oferecer em troca o seu tempo e sua força de trabalho. Ela é apontada por especialistas da área como a principal maneira de construir um futuro mais tranquilo e financeiramente independente.

Mas nem por isso é só cruzar os braços e esperar acontecer. A renda passiva é um sistema que, idealmente, continua a funcionar, mesmo sem a sua intervenção, mas é preciso que haja um esforço inicial. Isso é possível de duas formas:

Como construir a renda passiva?

O primeiro meio de construir a renda passiva é investir. No entanto, isso exige que haja um montante inicial a ser investido e certo conhecimento para saber quais opções são mais vantajosas e adequadas aos seus objetivos. A poupança, por exemplo, está entre os investimentos mais populares, porém, seus rendimentos são considerados muito baixos. Há outras opções, como ações, Tesouro Direto, fundos imobiliários, e por aí vai.

Renda Passiva: o segredo para sua liberdade financeira

Embora o resgate do montante investido possa demorar um pouco, se uma pessoa consegue economizar uma determinada parcela de seus rendimentos todo mês e investir, os rendimentos oferecerão um futuro tranquilo.

A segunda maneira é abrir um negócio próprio. Embora muitas pessoas tenham certo receio de empreender e acreditem que precisem de muito dinheiro para abrir seu negócio, existem meios de amenizar esse investimento inicial. A internet, por exemplo, é um meio mais simples e democrático, que permite que as pessoas comercializem sem obrigatoriamente terem que adquirir um ponto físico ou aplicar grandes quantias. A própria criação de conteúdo pode ser monetizada pela internet.

A vantagem desse sistema é que, uma vez que os lucros tenham superado o seu investimento inicial, você pode delegar as obrigações da empresa a outras pessoas, mas continuar lucrando com o negócio.

O que NÃO é renda passiva?

O conceito parece simples, mas ainda há quem o confunda. Os “bicos”, por exemplo, entendidos como complemento de renda, embora aumentem os seus rendimentos financeiros, continuam exigindo que sua força de trabalho seja constantemente empregada. O mesmo vale para aumento salarial, pois você não deixou de trabalhar, embora esteja obtendo uma quantia maior.

Resumindo, viver de renda passiva é um sonho que pode ser alcançado e conferir muito mais qualidade de vida futuramente, mas nem por isso deixa de exigir certo esforço inicial.

O primeiro passo é adquirir conhecimento sobre educação financeira e realizar um planejamento sólido. E, pensando exatamente nisso, aqui vai uma dica VALIOSÍSSIMA: participe da próxima edição do Millionaire Mind Intensive, o maior treinamento de educação financeira do mundo, em Brasília, de 5 a 7 de julho.


Tags:, , , , ,


Receba promoções, ofertas e conteúdo exclusivo.

Preencha abaixo.